Genômica

Oncologia

Todos os cânceres resultam de alterações na sequência do DNA celular, gerando a multiplicação celular descontrolada. Ou seja, todos os cânceres têm fundo genético. O que, no entanto, não significa que todos os cânceres sejam herdados (hereditários) por meio de alterações do DNA recebidas dos pais biológicos.  

A maioria dos casos de cânceres é esporádica (cerca de 85 a 90%), resultando de alterações do DNA (mutações) que podem ocorrer devido ao envelhecimento, fatores ambientais e estilo de vida, entre outros fatores.

Câncer Hereditário

Em cerca de 10 a 15% dos casos pode haver a contribuição de mutações do DNA herdadas, que ocasionam risco maior de desenvolver câncer ao longo da vida, principalmente em idades mais jovens, e que podem ser suspeitadas pelo maior número de casos em algumas famílias.

O Lustosa Genômica disponibiliza exames laboratoriais para as principais síndromes relacionadas a Câncer Hereditário e para a identificação de mutações pontuais ou específicas para um gene, que permitem o diagnóstico e o aconselhamento genético. 

Para mais informações entre em contato com nossa equipe pelo genomica@lustosa.com.br.

Painel para câncer hereditário

Painel de sequenciamento paralelo em larga escala (SPLE ou NGS). São sequenciados 40 genes associados ao risco de câncer hereditário e mais regiões pontuais em 4 outros genes. 

Sequenciamento e MLPA dos genes BRCA1 e BRCA2

Sequenciamento paralelo em larga escala (SPLE ou NGS) e amplificação de sondas multiplex dependentes de ligação (MLPA) para verificar o número de cópias dos genes BRCA1 e BRCA2.

Sequenciamento do gene CDH1

Sequenciamento paralelo em larga escala (SPLE ou NGS) do gene CDH1, mutações neste gene estão relacionadas ao risco aumentado de câncer gástrico difuso hereditário.